domingo, 21 de fevereiro de 2010

marcelo e pedro

meus dois novos hóspedes chegaram ontem. são dois loirinhos lindos, carinhosos e enormes. acho que são os gatinhos mais gordinhos e grandões que eu já vi.

é verdade que eu ia dar um tempo dos teporários por conta do miguelzinho, mas como dar as costas para uma amiga quando ela pede ajuda?

[pedrinho]


uma super amiga do trabalho que passou por maus bocados nos últimos meses. sua mãe descobriu um câncer em estágio avançado e em um curto período de tempo virou estrela e deixou quatro gatinhos e uma cachorrinha.

por ser amiga, acompanhei a resistência do marido dela em ter animais em casa. tb acompanhei o sofrimento dela em convencê-lo em ficar com os bichinhos. como uma das gatas é super arisca e a outra é de fato da minha amiga, ela acabou ficando com as duas e com a cachorrinha. mas não pode ficar com os meninos.

sei que muita gente pode achar um absurdo doar dois gatinhos nesta situação, confesso que eu sou super contra e que morro de medo do que seria dos meus gatos caso eu morresse. mas eu não posso falar o que eu faria na situação, pois eu jamais passei por isso. nem gosto de se quer imaginar como seria não ter minha mãe por perto.

a única coisa que fiz foi pensar como uma amiga pensaria. perder a mãe em tão pouco tempo já é a pior coisa que alguém pode passar, então eu não julguei, não questionei a situação, apenas ofereci meu ombro, minha casa e minha solidariedade. assim, estas duas coisas fofas estão em casa até acharem um novo lar.

[marcelo]


já tenho uma pessoa interessada nas duas fofuras, disposta a não separá-los. então, estou rezando para que o melhor aconteça para os pequenos e que eles possam ter uma nova vida cheia de alegrias e conforto.

o que posso dizer? eles são lindos, fofos e companheiros. estão quietinhos aqui no quarto. chegaram um pouco assustados, mas já passeiam pelo ambiente, conheceram o parapeito, comeram, usaram a caixinha de areia e até me mostraram a barriguinha!

eles são aqueles gatos que seguem a gente para pedir carinho, sabe? super ronronentos, delicinhas e tenho certeza que vão levar alegria para outra pessoa. enquanto isso, desfruto a alegria de tê-los por perto!

quando a gente acha que tudo está certo na nossa cabeça, acontece uma coisa destas para fazer a gente rever nossos conceitos e premissas. os loirinhos entraram na minha vida para me mostrar que ninguém é capaz de prever o dia de amanhã e que nenhum julgamento é cabível em situações extremas!

que eu traga sorte para estes dois lindões!!!

8 comentários:

Gata Lili disse...

Que gatos lindos!!! E vc é tb muito linda por dentro por fazer estas caridades querida!

Maira disse...

Vc fez a coisa certa, não cabe a nós julgarmos os problemas dos outros, e sim ajudar se pudermos.
Tenho certeza que vc dará muiiiiiiiiita sorte a esses loirinhos!
bjs.

Sylvia disse...

Oi Luisa!
é verdade...as vezes julgamos as pessoas sem nos colocarmos na situação delas...estou torcendo por estes dois lindões!bjs.

Nana disse...

Lú:
Vc tá certa... muitas coisa despencam na cabeça da gente exatamente para revermos alguns conceitos!!
E estes dois loiros... que coisa mais linda??? parecem bem grandes.. se fossem branco e pretos diria q eram parentes do meu Zé.. rs
Bjs

Journal Kittens disse...

Que traga boa sorte! ;) bjs

Paula Guima disse...

"Não julgue pra não ser julgado!"

Parabéns pela atitude, LUouca. Quando a gente segue o coração, a consciência dorme em paz, né?
E tenho certeza que os loiros vão ser muito bem adotados!

beijos

Thais disse...

Olha, não tenho palavras prá agradecer você, lu. a vida prega umas peças na gente, que desnorteiam nossos caminhos. quando na vida eu imaginei que perderia minha mãe tão cedo? quando então eu pensei que não ficaria com os meninos dela? que ela amava tanto, que sempre foram os seus companheirões?! E apesar de estar sofrendo por tudo isso, pela minha mãe, por não ficar com os meninos, fiz uma coisa que vc me ensinou, que foi pensar em quem tinha mais chance de achar uma nova casa, uma nova família humana e ser feliz?!
tantas coisas poderiam ter sido diferentes. mas o fato é que não foram. e pelo seu carinho e pelo seu apoio eu não tenho como agradecer. o resto da vida serei grata por isso. ninguém faria por mim o que você fez e isso não se esquece. só posso retrubuir com meu carinho e dizendo que eu sempre vou estar do seu lado. prá qualquer coisa, pro que vc precisar.
Obrigada mesmo.
Bjs

Tha

Gatinhos de toda parte disse...

Que bom que ela tem uma amiga como você :)