quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

luigi

uma amiga do trabalho achou o luigi atropelado perto da casa dela. por sorte, ela teve a dignidade de pegar o pequeno e levar para uma clínica 24h. logo ele foi diagnosticado com fraturas múltiplas no quadril. para estes casos, não dá para operar. o lance é ter paciência e esperar que a natureza cicatrize tudo.

e foi o que aconteceu com ele por 2 semanas. passando este período, me comprometi a cuidar do pequeno e, como ele estava todo ferradinho, pedi que a dra. angélica ficasse com ele para mim e em troca levei a blue para casa, para liberar uma gaiola.



no primeiro exame, a angélica percebeu algo estranho. além de não ter sensibilidade total das patinhas, ele estava com muito xixi. mas muito mesmo. e muito coco também. depois de alguns dias tivemos a certeza que ele não fazia mesmo xixi normalmente e que coco, bom, ele fazia coco, mas ele comia mais do que fazia, o que, obviamente, fez ele ficar todo constipado.

com menos de três meses, o pequeno luigi teve que passar por uma cirurgia para retirada do pênis e, desta maneira, tentar a voltar a urinar normalmente. só que não funcionou. mesmo assim, ele não conseguia urinar. depois de dois dias, teve que passar por uma cirurgia no intestino, onde todas as fezes foram retiradas e o colón do intestino também, pois estava muito dilatado

a recuperação destas duas cirurgias foi na uti, pois um gatinho muito pequeno, passar por duas cirurgias em tão pouco tempo é bem complicado. . além disso, existia a possibilidade dele passar por uma terceira cirurgia para ficar incontinente urinário!

só que o luigi apresentou um quadro grave de pneumonia e não resistiu. ficou algumas horas em sofrimento respiratório e nos deixou para iluminar o céu dos gatinhos.

infelizmente nem só de finais felizes vive este blog. e esta história mexeu muito comigo. uma, pq eu recebi a notícia da dra. angélica aos prantos. acho que em três anos de amizade e parceria com a ajuda animal, nunca a vi tão desolada. outra pq ele tinha apenas três meses de vida e seus olhinhos eram cheios de vontade de viver.

luigi agora está brincando no céu dos gatinhos. e meu coração tá um pouco menor por conta disso!

=(

6 comentários:

Beatriz Conddino disse...

e meus olhos cheios de lágrimas!

o pobrezinha tinha sede no olhar mesmo...

ainda bem que no outro plano espiritual ele chegou bem e está bem!

fica a consciência tranquila de que foi feito o melhor por ele né...

Maira disse...

Não tem como não ficar com o coração apertado e os olhos com lágrimas quando vemos uma história dessas... Tadinho desse menino, pelo menos vcs tentaram tudo o que podiam e ele com ceteza deve estar muito grato por isso, olhando por vcs lá do céu dos gatinhos...

Deca disse...

Não se preocupe querida...Meu bebê tb foi chamado ao céu esta semana, e COM CERTEZA eles brincarão bastante juntos.
BJS

kazinhabueno disse...

mais um exemplo que reforça toda aquela história de posse responsável, castração necesária etc etc que pra muitos pode parecer bla-bla-bla, mas que faz a diferença nos finais das histórias. luigi, pequeno, perdoa aqueles que te deixaram na rua. brinca muito aí, viu! bjo

Daniela Tórgo disse...

Nossa tadinho, realmente tem gatinho que não dá sorte parece que nasce só para sofrer...meu coração se enche de tristeza ao ler uma historia assim mas infelizmente os casos trites assim tambem acontecem! bjs

duda lima disse...

poxa, acompanhei um pouco da estória do luigi enquanto estive por ai, pena que ele não sobreviveu! mas podemos pensar que era uma tarefa muito difícil para um gatinho tão pequeno, né?
ao menos ele foi cuidado até o último suspiro!
bjoca