segunda-feira, 18 de outubro de 2010

afe, alguém me salve

vindo de um feriado corrido, em que eu trabalhei todos os dias, este final de semana conseguiu ser punk, mas bom.

doeei 7 gatinhos e tive que entregar quase todos. e claro, um em cada canto da cidade heheheh. tatuapé, augusta, morumbi e taboão. por sorte uma amiga levou um em santana para mim e outra amiga em são bernardo.

não ia conseguir fazer tudo. no meio tempo, eu ainda consegui ir na 25 de março e comprar coisas fofas para mim. mereço, né? hehehehe

a mãe do mário também foi buscar o fofo e por isso, brasilino está sozinho agora no quarto. um chororô e uma carência só. aí meu coração de manteiga não aguenta e vou buscar até amanhã a nina e/ou a neve para fazer companhia para o pequeno. também morro de pena delas que tiveram seus filhotes adotados e estão sozinhas nas gaiolas.

nina [teve o olhinho furado nas ruas, mas enxerga bem com o outro olho]


neve [teve todos os filhotes adotados e espera seua vez]


é impressionante como isso sempre acontece. os filhotinhos ganham casa e as mamães vão ficando para traz. mesmo lindas, brancas e fofas.

mas, como dizem que a casa da tia louca dá sorte, to acreditando nisso!

assim que elas chegarem em casa, posto fotos das fofuras ambientadas ;)

2 comentários:

Teodoro disse...

Parabéns pelo esforço... E você dá sorte. Muita.

enailuj disse...

oi! sou de floripa, adorei seu blog, fui lendo os posts mais antigos e queria dar os verdadeiros parabéns por todo o amor e esforço que vc tem! pessoas assim são muito especiais e os gatos com certeza reconhecem isso.

agora, queria saber se vc pode me ajudar... vc tem um e-mail pra contato ou msn, tenho umas perguntas sobre uns gatinhos que encontrei aqui no barracão/garagem de casa! são dois, um muito medroso e fujão, e outro calminho, mas ambos curiosíssimos, com a mamãe linda tigrada de olhos amarelos... estão vivendo em cima de umas prateleiras do barracão onde meu avô guarda suas ferramentas, madeiras, coisas velhas etc; tenho medo de que se machuquem pois ainda são pequeninos e a mãe nem sempre está por perto, acho que estão quase desmamando. Meu plano é adotá-los quando estiverem mais crescidinhos, mas queria então saber se vc pode me ajudar com as dúvidas: a mãe vai deixá-los assim que desmamarem? eles ficarão automaticamente independentes ou ela ainda vai segui-los por toda a vida? como faço pra eles entenderem que quero ajudar e levá-los pra uma casa (a minha no caso, hehe)?
eles são um pouco ariscos, pois tudo o que conhecem é o barracão e lá é meio escuro e cheio de ratos... aliás tenho medo que peguem uma doença por causa deles. bom, realmente preciso de ajuda, se vc puder responder ou indicar alguém que possa me ajudar, eu ia ficar muito muito muito agradecida!!! mesmo!
amo gatinhos e minha vontade é vê-los sempre felizes, amados e alimentados. pode ter certeza que minhas intenções são sempre as melhores com relação a eles, por isso te admiro muito, se eu pudesse cuidar de tantos gatinhos assim ia ser maravilhoso!

desejo tudo de bom pra vc, e realmente esperarei a sua ajuda!
meu email é juliane.andrezzo@gmail.com

beijinhos!!
juliane