terça-feira, 16 de novembro de 2010

e a gente cria os filhos para o mundo

depois de quase 2 meses de dengo, carinhos, cabeçadinhas, miadinhos, choradinhos, brincadeiras, e muitas beijocas, o pai do brasilino enfim está pronto para recebê-lo. este sábado vou levar o pequeno para campinas.

meu coração já está pequeno. também não é para menos, o brasilino conquistou todos que passaram em seu caminho. dos gatos que ficaram com ele no quarto, até as amigas que cuidaram dele enquanto estive fora e do namorado, que chegou a cogitar a adoção.

o brasilino vai e deixa um vazio enorme no meu coração de mãe. uma saudade sem fim dos miados de madrugada, dos zoião azul, do cotoco gordinho.



mas, como diria nando reis em uma de suas músicas: “guardar lá dentro, o amor, não impede que ele empedre, mesmo crendo-se infinito. tornar o amor real é expulsá-lo de você para que ele possa ser de alguém”.

e é isso que eu estou fazendo com o brasilindo!

filho, arrasa que agora é sua vez. uma casa só sua. acesso ilimitado, pai carinhoso e mãe cheia de amor. um quartinho é muito pouco para você! você sempre terá um espaço vip no coração da tia louca dos gatos! e a casa estará sempre aberta para você.

arrasa!

11 comentários:

Renata Prado disse...

Ele vai arrasar sim, amiga, por vc!! Por todo o bem q vc fez pra ele esse tempo todo!

Ronrons e Travessuras disse...

Que benção... para você, uma tia nada louca ou muita louca pelos nossos felinos; para o lindo do Brasilino, que ganhará sua família definitiva; e para os novos papais, por adotarem um gato tão fofo assim!

Venho acompanhando a história dele e torcendo! Chegou o dia de comemorar.

Beijos da trupe felina (Zorro e Pintada).

Ps.: estou seguindo vocês lá no blog!

Janaina Lima disse...

o Brasilino vai ser muito feliz, tenho certeza! Me emocionei com esse post, eu sempre fico assim, rsrs
Bjus

Rafael disse...

É hora de vir com o pai, né, filho? :)

Sempre que quiser ver o gordenhow, pode visitar. Eles está lhe esperando de patas abertas ao lado da Lili, a companheira que vai chegar junto com ele.

Rafael disse...

Ele estará* =X

Karen disse...

ADOREI seu blog!!!
Que legal ver gente assim, carinhosa com os bichinhos (que aliás para mim são como gente).
Já tive minha nega preta (a Cuca) mas a maldade do homem a tirou de mim, depois disso fquei com muito receio de ter gatinhos em casa.

Como não poderia deixar de ser, já estou te seguindo.

Abraços

GRAÇA disse...

Vai tudo correr bem...asssim espero
Ronrons e bjs da mami
Kika

Carla Pinheiro disse...

Ai...

Até eu queria o cotoquinho fofis da titia...hihihihi

Boa sorte brasilino amado.

beijocas.

kazinhabueno disse...

que alegria!!!! boa sorte, bichano! seja muito feliz!

Carola disse...

Boa sorte pro Brasilindo!

Hellen Dayane disse...

Acabei de deixar um comentario em outro post, me perguntando como vc consegue se separar dos bichinhos e logo depois venho aqui e me deparo com a resposta: “guardar lá dentro, o amor, não impede que ele empedre, mesmo crendo-se infinito. tornar o amor real é expulsá-lo de você para que ele possa ser de alguém”.

Que lindo!!!!!!!!!!!
Parabéns sempre, foi uma bela resposta pra minha pergunta...