quarta-feira, 27 de agosto de 2008

liberdade

estes dias resolvi que precisava dar certa liberdade para pepa e pepita e com isso, diminuir um pouco meu trabalho em casa com elas. na minha cabeça, desta maneira, todos socializariam mais, elas se sentiriam menos isoladas e o meu mundo seria perfeito, ou quase.

o que me levava a esta conclusão? o nico já não fazia mais fu para a porta, o miguel como sempre nunca está nem aí para o preço da goiaba e as meninas são duas fofas.

pois eis que sábado eu abri a porta do quarto delas e as deixei saírem. apesar do medo, tudo foi menos pior do que eu imaginava.

mesmo assim, nico super estressou, miguel ficou meio acuadinho e eu fiquei com um sentimento de culpa enorme, igual quando o miguel chegou em casa, pois o nico ficou sem olhar na minha cara.

com as meninas foi diferente. a pepa que é a doida que arranha a porta, saiu devagarzinho, toda lady, andou pela casa e ficou num cantinho da sala. depois entrou no meu quarto e tomou um chega pra lá do nico.

a pepita, ao contrário do que se mostra no quarto, empinou o rabo e foi desbravar o ambiente. entrou e fuçou cada canto que tinha direito na casa. se quer se importou com os fus do nico, comeu minhas plantas, fez xixi na caixa de areia dos meninos e bebeu a água deles!

ufa! como primeiro experiência de liberdade, 5 fus do nico foram suficientes para eu prende-las no quarto novamente. vamos fazer as coisas de maneira gradativa. no domingo teve mais um pouco e segunda, que foi minha folga, deixei as piludinhas soltas a tarde.

o comportamento se repetiu. pepa doriu a trde toda na minha cama, junto com o nico, mas bem de longe. pepita ficou passeando e conhecendo tudo. cada dia deixo elas um pouquinho.

como tudo tem o lado ruim, a pepa, depois de conhecer a casa toda, deu para arranhar a porta mais que o normal. tá incansável! esta madrugada foi a noite inteira. aí, se eu solto a doidinha, nico fica de mal e foge da cama. o miguel a encontrou dormindo encostada em mim e fez um baita de um fu. fiquei chateada e a prendi de novo.

ai ai ai. não tenho muita inteligência emocional para este tipo de coisa viu?

enquanto isso, pepa me enlouquece em doses nada homeopáticas com suas arranhadas noturnas. não sei mais o que fazer. já está na homeopatia há 2 meses. uma hora melhora, outra regride. enquanto isso, meu sono vai para o saco! já pensei em forrar a porta com feltro e até cortiça!! estamos aceitando sugestões!!!!


video

4 comentários:

Silvia disse...

Poxa... não descobri uma fórmula para acabar com as arranhações ainda :(
Mas talvez valha a pena investir em mantê-las soltas por mais tempo, mesmo a contragosto do seu gatinho... eles vão se acostumando aos pouquinhos mesmo! bjo! boa sorte!

Quel de Meneses disse...

ele vai atrás fazendo a patrulha! que máximo! tipo "aonde a srta pensa que vai?"

tenha fé que os fuus passam. hoje é iansã que faz fuu pra quem ousa brincar com a bolinha de papel dela. o fuu dela é um grrr igual de cachorro, hilário. mas eu sei, o difícil é não infartar nesse meio tempo.

mas nada de se sentir culpada, é para um bem maior e a longo prazo, pensa nisso. beijo, lindona.

Blasko disse...

Máquina nova? Vídeo com som é novidade. Comprou uma foi?

Se tiver com uma nova deixa a antiga comigo pode ser?

Beijo.

venuss disse...

a Pepa foi adotada? q bom!